Arquivo do mês: maio 2010

Post institucional

Quem costuma entrar no Blog já deve ter percebido o selo do prêmio “Top Blog” na barra lateral. Estamos concorrendo pela segunda vez e queremos nos manter no Top 100!

Por isso, peço aos visitantes que votem no “Cadernos da Copa 2014” como melhor Blog na categoria “Esporte“. Basta clicar no selo ao lado (ou aqui). Você será direcionado para  a página de votação, clique em “votar“, escreva seu endereço de e-mail e depois clique no link que será enviado para o seu e-mail.

Aproveite e vote também no Blog de nossa artista colaboradora Dri Matsuda, que está concorrendo na categoria “Variedades“. Para votar, é só entrar no Blog dela e clicar no selo do “Top Blog” e seguir o mesmo procedimento.

A votação vai até 07/10/2010.

Obrigado.

___________________________________________________

Por fim, convido todos a conhecerem meu outro blog: Cadernos da Bola, onde comento jogos de futebol aleatórios que assisto por acaso.

Visite: cadernosdabola.wordpress.com

Anúncios

A brincadeira do prazo continua

Depois de a FIFA apresentar um cronograma, estabelecendo prazo para início das obras dos estádios em 01/03/2010 e de o Ministro dos Esportes, reconhecendo o atraso das obras, apresentar como “prazo final” o dia 03/05/2010, agora o Presidente do Comitê Organizador Local (coincidentemente também presidente da CBF) Ricardo Teixeira anunciou agora um “prazo fatal”:

“A realidade é que se atrasou muito nos projetos. Para esses projetos aprovados será dado um prazo fatal para que provem a capacidade financeira de cada uma dessas sedes de fazer um estádio. Terão prazo de perto de um mês para provar” (disse Ricardo Teixeira, segundo reportagem do GloboEsporte.com Copa 2014: Ricardo Teixeira diz que sedes terão ‘prazo fatal’ de um mês publicada em 04/05/2010).

Estranho a questão da capacidade financeira ser levantada só agora, quase um ano depois da escolha destas sedes. Essa questão não deveria ter sido abordada na altura em que se as cidades foram escolhidas? Fico me perguntando quais foram os critérios de escolha e o que foi discutido nas visitas dos técnicos da FIFA às cidades candidatas.

O “prazo fatal” de Teixeira (“perto de um mês“) coincide com o prazo para contratação do setor público neste ano em função das eleições: 03/06/2010. Caso este prazo não seja cumprido, os investimentos estatais só serão possíveis no ano que vem.

E SE O “PRAZO FATAL” NÃO FOR CUMPRIDO?

Quando foi anunciado o “prazo final” de 03/05/2010, o Ministro dos Esportes deixou no ar uma possibilidade de punição às cidades atrasadas, ao sugerir que a Copa precisaria de apenas 8 cidades para acontecer.

A possibilidade de diminuir o número de sedes foi afastada pelo Secretário-Geral da FIFA Jerome Valcke e também por Teixeira, que disse: “O Brasil é um país-continente, portanto o ideal é fazer a Copa do Mundo com doze sedes. Até para poder abranger o Brasil todo. Mas há uma semana eu havia dito que muitas cidades já estão com o sinal amarelo. Agora, amarelaram mais. Estamos mandando fazer a fiscalização e a verificação in loco de cada um dos estádios” (segundo a mesma reportagem do GloboEsporte.com acima citada).

Fica a pergunta: se, ao final do “prazo fatal” reconhecer-se a incapacidade de uma cidade sediar os jogos da Copa, o que o Comitê Organizador fará? Vai amarelar ainda mais o sinal?

VISTORIAS E SUBCOMISSÕES

Alheio à questão das cores dos sinais, o Secretário-Geral da FIFA declarou-se impressionado com o atraso e deixou seu recado:

‘Não adianta ficar mandando cartas. Muito pouca coisa foi feita. É hora de agir‘ – disse Valcke, referindo-se ao fato de Ricardo Teixeira ter enviado por escrito sua preocupação com os prazos para cada uma das cidades-sede da Copa de 2014“. (conforme informa Rafael Pirrho, do site GloboEsporte.com, em: Fifa mostra preocupação com 2014: ‘É incrível como o Brasil está atrasado’“, de 03/05/2010).

E o Comitê Organizador Local agirá. No mesmo dia em que foram publicadas as declarações de Valcke, foi divulgado no site da CBF que o Departamento de Estádios do Comitê irá fazer a vistoria técnica dos estádios e também avaliará o cronograma de obras em cada uma das 12 cidades, seguindo o seguinte cronograma:

5 de maio – São Paulo
6 de maio – Porto Alegre
7 de maio – Curitiba
10 de maio – Belo Horizonte e Rio de Janeiro
11 de maio – Brasília
12 de maio – Manaus
13 de maio – Cuiabá
17 de maio – Fortaleza
18 de maio – Natal
19 de maio – Recife
20 de maio – Salvador

Além disso, a Subcomissão Parlamentar que cuida dos gastos públicos com as obras da Copa 2014 (lembra dela?) resolveu realizar uma audiência pública (dia 14/05/2010 em São Paulo e no dia seguinte no Rio de Janeiro), com o objetivo de analisar atrasos de obras de adaptação de estádios e de mobilidade urbana (conforme informa o site De Olho em 2014, em “Subcomissão da Copa de 2014 vai analisar atraso em obras” de 05/05/2010).

Após apurações e vistorias, o que farão a Subcomissão Parlamentar, o Comitê Organizador Local (que se confunde com a CBF constantemente), a FIFA e os Ministros envolvidos?

Não faço a menor idéia! Espero que pelo menos eles tenham algum plano!